fbpx

Como analisar a especificação técnica de um painel fotovoltaico?

por 10 de setembro de 2020 Blog

Na hora de investir e escolher um painel fotovoltaico, um bom profissional opta por um equipamento que tenha qualidade e ofereça mais benefícios.

 

E a “especificação técnica do painel” é útil para comparar diferentes tipos de painéis fotovoltaicos, e assim um indicador para a qualidade destes, bem como do fabricante. A ficha técnica possui desde pontos técnicos a elementos úteis que podem ser usados como termo de comparação.

E você integrador, está atento a todas as informações? Separamos algumas das especificações que devem ser considerados na compra dos painéis para o seu projeto:

  • Potência nominal

A Potência elétrica é dada em Watts e indica a quantidade de energia por unidade de tempo que é convertida em energia elétrica pelo módulo. A potência nominal é o valor da potência obtida sob as condições de teste padrão (STC), Irradiância 1000W/m², AM 1.5 e temperatura ambiente a 25ºC. Esse valor depende do tamanho do próprio painel fotovoltaico e do número de células fotovoltaicas no seu interior. É necessário cuidado com este indicador, pois a potência real do painel varia segundo as condições as quais este está submetido. Quando comparando módulos de mesmo tamanho, a potência nominal pode ser um bom indicador, pois aquele possuir a maior potência detêm também mais tecnologia no seu processo produtivo.

  • Eficiência

Este é um valor percentual que indica quanto do total da radiação solar incidente é convertida em energia elétrica. A eficiência expressa também a quantidade de potência que pode ser obtida por unidade de unidade de área. Para os módulos de silício, esta eficiência varia atualmente de 15% a 22%. Em suma, quanto maior a eficiência, maior será a potência do sistema por unidade de área.

Agora veja sobre um dos indicadores mais úteis para identificar a qualidade de um painel fotovoltaico:

  • Garantia de rendimento

É a garantia do desempenho do painel fotovoltaico ao longo do tempo. Os melhores painéis fotovoltaicos produzem energia quase constante ao longo de todos os anos, com uma degradação progressiva no rendimento assumido pelo fabricante.

A degradação é linear e ronda os 1% ao ano. Esses valores são respaldados por organismos de certificação que utilizam laboratórios de certificação independentes da empresa produtora.

Por norma é dada uma garantia de rendimento, também chamada vida útil, ao painel fotovoltaico de, normalmente, 25 ou 30 anos. A essa vida útil é dada porcentagens de tolerância positiva e negativa sobre o rendimento. Isso garante ao módulo fotovoltaico 80% de sua potência nominal ao fim da vigência da garantia.

Alguns módulos possuem tecnologia vidro-vidro, também conhecida como double-glass, que melhora o encapsulamento das células e diminuem a degradação do módulo e por isso, costumeiramente, possuem maiores garantias de rendimento.

Módulos com células de silício tipo N também degradam menos com o tempo, em torno de 0,5% ao ano, e possuem garantias de rendimento mais longas!

 

Fonte: Portal Energia

Fique ligado no próximo post, e saiba mais sobre as características de um painel a serem avaliadas para realizar uma compra de sucesso.